COMO ENGAJAR A ORGANIZAÇÃO: UMA FUNÇÃO DO CEO

O engajamento pode ser compreendido como o vínculo que os profissionais colaboradores da organização possuem com o trabalho e, consequentemente, com os próprios objetivos, visões e valores que a empresa estabelece. Assim, trata-se não de uma matéria física, mas sim uma relação psicológica e afetiva que os liderados possuem com as suas atividades habituais, o que traz uma análise lógica: colaboradores que compreendem seu papel dentro da organização e entendem a sua significância para a empresa são, obviamente, mais produtivos e eficazes por conta dessa afinidade com o trabalho.

A prática de engajamento poderá ser efetuada tanto pelo líder imediato dos colaboradores mediante técnicas de liderança que asseguram a aplicação eficaz da influência e motivação, como o debate de ideias, a recepção das comunicações que as pessoas possuem com o líder, entre outras técnicas que possibilitam um aumento da afetividade do profissional com o seu trabalho, como também poderá, em determinadas situações, ser efetuada pelo próprio CEO da empresa.

Para melhor compreensão, os colaboradores que estão engajados valorizam o seu trabalho e contribuem com mais produtividade para a companhia, o que aumenta a conquista das metas e objetivos listados pela empresa. Nesse sentido, diversas pessoas são influenciadas pelo CEO, porque visualizam nele o guardião dos empregos e mentor de todas as áreas da organização.

Por ser uma figura de extrema importância dentro da organização, é imprescindível que o CEO participe, de forma assertiva, dos diversos procedimentos de engajamento encontrados dentro da organização. Afinal, a sua participação conseguirá esclarecer a cultura, missão e os valores da empresa, além de motivar e influenciar todos os colaboradores a se sentirem parte do negócio e, consequentemente, essa ação aumenta a experiência pessoal positiva do empregado com a organização, afinal, o liderado terá conhecimento de que poderá crescer pessoal e profissionalmente com o seu trabalho.

Para que a técnica seja efetuada da melhor forma possível e conquiste a máxima efetividade, é fundamental que este crie reuniões com todos os colaboradores da equipe e tenha uma comunicação assertiva e, principalmente, saiba escutar o que os profissionais têm a dizer a respeito do trabalho.

Os tempos mudaram e foi-se o período em que o CEO não tinha contato com a equipe e muitas vezes os empregados nem sequer o conhecia. Atualmente, é essencial que a pessoa que ocupa esse cargo tenha essa participação ativa na organização, afinal, esse é o seu negócio, portanto, ele deverá manter uma comunicação eficiente com os colaboradores a fim de motivá-los e desenvolver o engajamento de cada um.

Portanto, para tornar os colaboradores mais ativos, comunicativos, cooperativos com a organização e criar esse vínculo emocional com o próprio trabalho, o CEO deverá participar de todos os procedimentos estratégicos possíveis de forma que consiga manter a sua influência e motivação nos funcionários.

Para ter acesso a mais conteúdos como esses, visite minhas redes sociais (SiteLinkedIn e Instagram) e entre em contato.