OS LOUCOS GERAM MAIS RESULTADOS

Se me perguntassem tempos atrás, antes de escrever o livro Os Loucos Geram Mais Resultados, com meu amigo Luis Paulo LUPPA, se eu era um desses loucos, certamente diria que não.

Porém, olhando minha trajetória profissional até aqui, se não tivesse muito de louco não seria o que sou hoje.

Certa vez, montando uma equipe de profissionais de gestão de mudanças organizacionais, decidi contratar uma engenheira mecatrônica para uma das vagas!

O pessoal da Seleção disparou: você está louco?

Não! O que eu queria era uma equipe com diversidade de formação para termos diferentes perspectivas para construir as melhores soluções.

Em outro momento, ocupava o cargo de gerente de RH de uma fábrica de eletrodomésticos.

Na reestruturação da equipe de gestão, fui convidado para assumir a gerência de produção! Minha resposta para o chefe foi:

“Não sei quem é mais louco! Você em me convidar ou eu em aceitar!”

E foi uma das maiores e melhores experiências profissionais da minha carreira!

Ao longo da minha experiência em RH, sempre incentivei as equipes a buscar formas diferentes de selecionar, treinar, remunerar e desenvolver pessoas.

Sempre busquei incutir nos profissionais de RH a aceitar o diferente e perguntar: por que não?

Sou adepto da meritocracia, de reconhecer e recompensar aqueles que tem coragem de “ir pra cima”, sem medo de errar!

Sou admirador incondicional de pessoas com uma certa dose de loucura, pois elas são responsáveis por transformar o mundo!

E você, qual a maior “loucura” que fez na sua carreira?

Adoraria saber de sua experiência! Talvez ela possa ser publicada numa edição revista do meu livro!