Confiança. O mais completo atributo da liderança.

A confiança plena vem acompanhada de credibilidade, ética, transparência, assertividade, humildade, coragem e tantos outros complementos.

Confiança é atribuída pelos outros a partir dos comportamentos e atitudes do líder no cotidiano.

Para adquirir confiança leva tempo. Para perder basta um ato falho.

Hoje vivemos uma crise de confiança. Nos governos, na mídia, na politica.

Poucos são os setores onde os níveis de confiança ainda permanecem relativamente elevados.

Segundo a pesquisa Trust Barometer da Edelman, temos o seguinte cenário no Brasil:
> 64% confiam nas empresas
> 60% nas ONGs
> 47% na mídia
> 34% no governo

As empresas ainda mantém um bom nível de confiança.

Entretanto, não são os líderes empresariais, “campeões” da confiança:
> 81% confiam nos cientistas
> 72% nos colegas de trabalho
> 65% no “meu” CEO
> 43% nos CEOs de outras empresas

Outro dado alarmante é que 73% estão convencidos que os líderes empresariais mentem!

Mais algumas conclusões da pesquisa:
> Liderança social é função central das empresas.
> Todos os stakeholders cobram responsabilidade das empresas.
> Espera-se que os CEOs deem uma cara para a mudança.

E você, como anda seu “trust barometer” pessoal?

#sergiolopes #mentor #palestrante #gestão #rh #carreiras #desenvolvimentopessoal

Mais informações em https://lnkd.in/diuefABs